Terapia Breve Orientada para as Soluções

 
 
Datas: ---- de Maio de 2009; 18h-22h00
 
Formador: Luís Miguel Neto
 
 
Destinatários: Profissionais e Finalistas das áreas Social, Saúde, Psicologia e Educação
 
 
Objectivos:
 
  • Considerar da orientação para as soluções enquanto metodologia sistémica minimal, passível de ser integrada nas ecologias mentais e comunidades de pratica dos participantes ou seja, levar os sistémicos a responder á questão: -“Há vida além do planeta sistémico?” (evocando o “luxo da duvida” de G. Cechin)
  • Reflectir sobre a utilização das técnicas da Terapia Breve Orientada para as Soluções (TBOS)
  • Levar ao desenvolvimento de aplicações e recriações nacionais das técnicas e princípios TBOS
  • Considerar a inclusão dos participantes nas estruturas internacionais TBOS (redes, jornais, blogs, etc.)

 

Programa:

    1. Consideração da experiência dos participantes sobre a prática orientada para as soluções e seus objectivos;
    2. Técnicas padrão: Questão milagre, Questão escala, Excepções, Definição de objectivos, Cumprimentos, Tarefas
    3. Tipologia (“positioning”) de clientes
    4. Grupos de pais de adolescentes “difíceis” e orientação para as soluções (M. Selekman)
    5. Trabalho com crianças e Orientação para as Soluções (OS) (Steiner e Berg)
    6. OS nas escolas (L. Metcalf)
    7. OS, alcoolismo e dependências (Berg, Miller e Neuman)
    8. OS e trabalho com sobreviventes de situações de violência familiar
    9. OS e organizações
    10. Técnicas de 2º nível: Genograma OS, Gráfico de excepções, coin toss, etc.
    11. Limites das técnicas da TBOS e o trabalho com emoções (E. Lipchick)
    12. O grupo de Salamanca, o Serviço de Atendimento Familiar e Individual (SAFI) e a recuperação de alcoólicos em Bruges.
 
 
 
Local: R. Luís Braille, Lt. A-1 Lj. A . 1400-026 Lisboa [ver no googlemaps]

(Instalações PH+ - Desenvolvimento de Potencial Humano)

Comments