Workshop de Sensibilização Multicultural

Numa época de globalização e crescente mobilidade social, assistimos a um aumento exponencial da população imigrante e emigrante. Cada vez mais, os profissionais são confrontados com situações, onde necessitam de intervir ou colaborar com pessoas de outras nacionalidades. Desta forma, torna-se indispensável que os técnicos possuam conhecimentos e estratégias multiculturais, que lhes permitam lidar eficazmente com utentes ou pessoas oriundas de outras culturas. As grandes empresas multinacionais já fornecem aos seus colaboradores uma formação multicultural. Em outras áreas, como a Saúde e Educação, estão a ser dados apenas os primeiros passos neste sentido.

No sentido de dar resposta a esta necessidade sentida no terreno por muitos profissionais, teremos connosco Wolfgang Lind, Professor na Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, e Nelson Vieira Lopes, Psicólogo Comunitário, ambos especialistas no tema. Neste Workshop, os formandos terão acesso a estratégias práticas para lidar com os principais desafios relativos a questões inter e multiculturais. Esta acção irá realizar-se em Lisboa.


 

Objectivos

Programa

 

 

 Workshop

Sensibilizaçãoe Multicultural 

( 7 hrs)

 

Formadores: 

*Wolfgang Lind, Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa

** Nelson Vieira Lopes, Associação Portuguesa de Terapia Familiar e Comunitária

Calendarização:

17 de Setembro de 2011

(9h30 – 17h30)

 

 Investimento: €50

20% de desconto para Associados APTEFC, APS, ou para participantes de outras acções do Núcleo de Formação Sistémica

 

 

 

Este workshop visa a transmissão de conhecimentos e estratégias que permitam aos técnicos:

·    Reflectir sobre a sua própria identidade cultural (valores, crenças e comportamentos).

·    Reconhecer diferenças culturais noutras pessoas e saber valorizar o potencial da diversidade cultural.

·    Saber clarificar e identificar diferentes comportamentos e processos culturais numa população de imigrantes.

·    Aceitar e apreciar a relatividade de valores e padrões comportamentais.

·    Fomentar uma atitude de curiosidade, respeito e tolerância perante a diversidade cultural.

·    Saber ultrapassar uma atitude etnocêntrica, discriminativa e evitar estereótipos.

·    Saber construir sinergias e soluções comuns com pessoas de diferentes culturas.

·    Saber lidar e intervir eficazmente com pessoas oriundas de outras culturas.

·    Saber colaborar adequadamente com técnicos de outras culturas. 




1. Introdução à cultura.


2. Áreas de diferenciação intercultural


3. A abordagem inter- e multicultural


4. Estratégias interculturais (exercícios práticos).


·     Métodos da comunicação intercultural e multilingue


·     Resolução de conflitos interculturais


·     Como trabalhar numa equipa multicultural


·     O Questionário Intercultural para utentes



    5. Exemplos práticos


Wolfgang Lind, Professor da Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa. Doutoramento na FP-UL, Tese - Casais Biculturais e Monoculturais: Diferenças e Recursos. Supervisão de estágios, mestrados e doutoramentos. Investigação nas áreas da Psicologia da Família, Reabilitação Psicossocial e Psicologia Comunitária. Prática clínica: Psicoterapias breves sistémicas com estrangeiros. Comunicações em Seminários, Congressos e Workshops internacionais e autor de diversos livros e artigos nas áreas do Ensino e Psicologia. Formador em diferentes instituições (CML, SCML, Hospitais, Empresas, entre outras).

** Nelson Vieira Lopes,  Nascido em Portugal de Ascendência Africana, desde muito cedo se habituou a coabitar diferentes meios culturais. A busca da relação entre a cultura, rituais e identidade leva-o ao curso de Psicologia Clínica Sistémica altura em que passa a desenvolver trabalho na área da Intervenção Comunitária com jovens, famílias e colegas das mais diversas nacionalidades. Já a Pós -Graduação em Terapia Familiar e Comunitária foi encontrá-lo a dividir o tempo entre as actividades de Formador, Terapeuta e Psicólogo numa equipa de apoio a famílias sinalizadas da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, actividades que ainda hoje mantém.